STFABEL alcança excelentes resultados como ferramenta pedagógica

O Supremo Tribunal FABEL analisou no último dia 27 de fevereiro, a solicitação do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil – OAB, que entrou com uma Ação Direta de Inconstitucionalidade por Omissão referente a lei 9.709/98.

Após a manifestação dos ministros, houve empate, ficando o voto final a cargo do Presidente do STFABEL, que julgou procedente a ação direta de inconstitucionalidade por omissão da lei. O presidente do STFABEL, prof. Jomar Neves, encerrou seu voto, afirmando: “O ato democrático é um fato social e como fato social é ele que determina a lei. E não a lei que determina o fato social”. O julgamento simulado durou cerca de duas horas e meia e contou com a participação dos professores da Faculdade de Belém. O auditório da unidade Santo Antônio ficou lotado de Acadêmicos, que tiveram aula prática da ambiência da maior instância jurídica do país. Mas, para o STFABEL alcançar seus objetivos pedagógicos é importante ressaltar a participação de toda a equipe. Nossos agradecimentos aos professores que pesquisaram, elaboraram seus votos, sustentaram seus entendimentos. Agradecimentos também, aos colaboradores que fazem parte do setor tecnológico, que deram todo suporte para excelente andamento da ação pedagógica. Vale ressaltar ainda, a dedicação da equipe de apoio, que não mediu esforços para que tudo desse certo. É dessa maneira, em uma espécie de simbiose, sinergia e de pró-atividade, que a Faculdade de Belém avança em um modelo de ensinagem que faz a diferença na educação. Nosso muito obrigado a todos que participaram do STFABEL 2014.1.

st-fabel-2014-1